Inferno e Paraiso da voz humana

Já se disse que a música instrumental é a música por excelência, por não estar aliada a outra forma artística, a linguagem falada (para não dizer poesia, que não é exatamente a mesma coisa). Porém, a música cantada sempre, desde o início, foi mais popular, pois a palavra dá a impressão de inteligibilidade, concordando ou contrastando com a música. É por isso, no fim das contas, que este blog existe – por causa desta junção vitoriosa que é a canção.

Mas há também algo que também contribui muito para o sucesso desta junção. Sem a maravilhosa variedade e versatilidade da voz humana, reduz-se muito também as possibilidades de escuta do formato canção. Se dois saxofonistas tocam o mesmo tema, as possibilidades de variação são infinitas, especialmente se pensarmos em improviso. Mas se dois cantores cantam a mesma canção, temos o infinito ao quadrado, pois àquelas se somam o fato de que, na verdade, cada garganta é um instrumento diferente e absolutamente único. É esta multiplicidade que permite que um formato tão simples quanto a canção tenha se tornado o formato musical hegemônico na música popular.

E da voz humana, a voz feminina. No encarte do álbum Tropicália 2, Caetano e Gil comentam:

Caruso, Celestino, Lanza, Pavarotti, Domingo – ao escutá-los, soam-me como galos: bons de cacarejar, duros de cozinhar. É necessário pouco de Sumac ou Callas para amaciá-los.

Concordo. A voz feminina, capaz de nos levar a qualquer lugar. Como a mulher, aliás, capaz de nos levar ao Inferno ou Céu. E às vezes ao mesmo tempo…

Amy Winehouse – You know I’m no good

Madredeus – O Paraiso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s